Páginas

terça-feira, 1 de novembro de 2011

VARICELA OU CATAPORA - ESCLARECIMENTO

               A varicela é uma doença benigna e altamente contagiosa, ocorre principalmente em menores de 15 anos. É mais freqüente no final do inverno e início da primavera. A doença é simples mas pode se complicar se não tratada adequadamente. Em crianças, geralmente, é doença benigna e autolimitada.               
             “É “uma infecção viral primária, aguda, caracterizada por surgimento de exantema,” bolhas”, de aspecto máculo-papular, de distribuição centrípeta, que, adquire aspecto vesicular, evoluindo rapidamente para pústulas, formando crostas em 3 a 4 dias. Pode levar a ocorrência de  febre moderada e sintomas sistêmicos, acompanhadas de prurido “coceira”, onde as lesões transformam-se em porta entrada para infecções       
               Complicações maiores podem ocorrer na  faze adulta sob a forma de herpes zoster. Em alguns casos pode ocorrer a reativação do vírus que fica latente após a primeira infecção, que ocorre principalmente na infância, isto ocorre principalmente em  pacientes  imunocomprometidos, como portadores de doenças crônicas, neoplasias, Aids e outras. O herpes zoster pode ser uma doença benigna, porém pode levar a formas graves, com êxito letal.
                A forma de transmissão da doença ocorre de pessoa a pessoa, através de contato direto ou secreções respiratórias e, embora raro pode ocorrer em contato com lesões. Podendo ser transmitida indiretamente através de objetos contaminados com secreções de vesículas e membranas mucosas de pacientes infectados. Na gravidez a infecção materna no primeiro ou segundo trimestre da gestação pode resultar em embriopatia, assim caso alguma mulher tenha contato com paciente com varicela e/ou herpes zoster neste período, tem que notificar o caso imediatamente na Secretaria Municipal de Saúde, pois medidas imediatas devem ser adotadas.
                O período de transmissão pode variar de 1 a 2 dias antes da erupção até 5 dias após o surgimento do primeiro grupo de vesículas, perdurando enquanto  houver vesículas.
              Com o aparecimento dos sintomas, procurar um médico no serviço de saúde mais próximo da residência, o tratamento paliativo é indicado pelo do médico. Condutas imediatas como evitar os registros são principalmente em jovens e crianças em idade escolar.
              Existe vacina para o agravo, porém não está na no calendário básico do ministério da saúde.      
                Foram registrados surtos e casos no Brasil, 16 óbitos foram relacionados a catapora.  Minas gerais registrou mais de 20000 casos da doença. Em  São Joao del Rei foi o segundo agravo mais notificado em 2010, com 177 casos registrados no SINAM, com predominância de registrados em creches e escoas, dos  meses de julho a setembro, segundo semestre do ano letivo. Nenhum caso com complicações foi notificado no setor, todos registrados evoluíram para cura.
  Em 2011, ate o momento foram registrados 48 casos da doenças sem registros de intercorrencias ate a presente data é importa que estejamos sempre vigilantes, uma vez que procurar o serviço de saúde e registrar os casos é fundamental.
Eliene Jaqueline de Andrade Freitas/ enfermeira  coordenadora de epidemiologia da SMS/SJDR