Páginas

terça-feira, 3 de julho de 2012

UPA de São João realiza mais de 51 mil atendimentos em seu primeiro ano de funcionamento

Em atividade há um ano, a Unidade de Pronto Atendimento de São João
del-Rei (UPA/SJDR) fez 51.445 atendimentos clínicos e pediátricos. Com uma
média de 4.250 atendimentos por mês a unidade, inaugurada em julho de
2011, realizou um total de 39.327 exames laboratoriais e mais 20.460 exames
de raios-X, tudo oferecido gratuitamente à população através do Sistema Único
de Saúde (SUS).

Dados coletados através de pesquisas de satisfação nos primeiros doze
meses de funcionamento da UPA revelam que 96% dos usuários aprovam o
funcionamento da unidade, considerando o atendimento como “ótimo” ou
“bom”.

Segundo o supervisor da UPA, Fábio Correia Pompeu, a excelente
aprovação da unidade deve-se à dedicação e o compromisso da equipe, que
trabalha de forma unida e disposta, sempre em busca do atendimento
humanizado e de qualidade. O supervisor destaca, ainda, que a estrutura de
trabalho e a capacitação constante dos profissionais é o grande diferencial da
UPA de São João del-Rei.

A unidade tem capacidade para receber até 300 clientes por dia, e
atende, além de São João del-Rei, a mais 17 municípios da microrregião do
Campos das Vertentes, entre elas: Conceição da Barra de Minas; Coronel
Xavier Chaves; Dores de Campos; Lagoa Dourada; Madre de Deus de Minas;
Nazareno; Piedade do Rio Grande; Prados; Resende Costa; Ritápolis; Santa
Cruz de Minas; São Tiago e Tiradentes.

A UPA de São João del-Rei é de porte II e possui 14 leitos distribuídos
conforme o Portaria do ministério da Saúde. A unidade utiliza o Protocolo de
Manchester que por meio de cores classifica o risco e a prioridade dos
atendimentos ao pacientes. De acordo com a enfermeira responsável técnica
da UPA, Carolina Moreira de Oliveira, os primeiros meses colaboraram para a
divulgação do Protocolo de Manchester na cidade. “Nossa intenção a partir
deste primeiro ano é fortalecer os processos explicativos destinados aos
usuários como reforçar o atendimento e orientação na sala de espera, além de
dialogar com os pacientes e acompanhantes nas dependências da unidade”.