Páginas

terça-feira, 13 de junho de 2017

Prefeitura melhora iluminação para garantir segurança pública


Por mês, são trocadas 350 lâmpadas em São João del-Rei, inclusive nos distritos. A estimativa é de Cláudio Silva, responsável pela iluminação pública da Secretaria Municipal de Governo. São 12.588 pontos de luz existentes em todo o município. O prazo máximo de troca e manutenção é de cinco dias, na área urbana, e até sete dia s na área rural.

A comunidade deve notificar a prefeitura, já que rua mal iluminada é ameaça à segurança pública.

Centro histórico

Esse serviço de reparo da iluminação pública do município está a cargo da JM, empresa local, desde que a responsabilidade da iluminação pública passou para as prefeituras, conforme resolução de janeiro de 2015 da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). 

 Na queima de alguma lâmpada ou postes com luz acesa durante o dia, a população deve acionar o Ligue Luz 0800-606-1535.

O atendimento funciona todos os dias de 7 às 23h, inclusive sábados, domingos e feriados.

No centro histórico, são 234 lampiões instalados na década de 80 pelo então governador de Minas, Hélio Garcia. Mas é uma manutenção considerada hoje mais exigente e mais cara para os cofres públicos. Retrata o cenário de 1900, ano de instalação da energia elétrica na cidade gerada pela barragem do Rio Carandaí. 

A Prefeitura iniciou estudos para repensar essa iluminação no núcleo histórico de São João del-Rei, uma das poucas cidades brasileiras onde existe esse modelo de lampiões. Para isso, serão feitas consultas aos órgãos públicos, como os conselhos municipais e o próprio IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). O centro histórico foi tombado em 1938.