Páginas

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Dívida ativa inferior a 5 mil reais será cobrada via protesto

Foto: José Luiz Ferreira
Dr. Pedro Parcekian defendeu na Tribuna Livre da Câmara Municipal o Projeto de Lei  Municipal que determina que as dividas a partir de R$ 5 mil  poderão ser cobradas na justiça. O projeto foi aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores nesta tarde de 12 de setembro de 2017.
Segundo Pedro Parcekian, trata-se de uma cobrança extra-judicial. O município não ajuizará cobranças de valores inferiores a 5 mil reais, as ações que já existem o município vai desistir delas. As dívidas inferiores a 5 mil reais sofrerão protestos extra-judiciais e o devedor terá o seu nome protestado em cartório.